Afrodite

 

1.       NOME ROMANO: Vênus.

 

2.     ATRIBUTOS: na mitologia, Afrodite era a deusa do amor, da beleza corporal, do sexo, da fertilidade e defensora das prostitutas.

 

3.     OBJETOS OU SERES ASSOCIADOS: golfinho, pombo, cisne, romã e limeira.

 

4.     ORIGEM/FILIAÇÃO: de acordo com o mito grego mais aceito, Afrodite nasceu quando Urano (pai dos titãs) foi castrado pelo seu filho Cronos, que atirou seus testículos ao mar, o qual começou a ferver e a espumar. E disso ergueu-se Afrodite. Assim, Afrodite é de uma geração mais antiga que a maioria dos outros deuses olímpicos. Em outra versão, Dione é mãe de Afrodite com Zeus, sendo Dione, filha de Urano e Tálassa.

 

5.     http://www.rosanevolpatto.trd.br/afro02b.jpgFAMÍLIA/CASAMENTO/FILHOS: após destronar Cronos, Zeus ficou ressentido, pois Afrodite era tão sedutora que os deuses estavam em constante disputa pelos encantos dela. Apesar de todo o seu poder sobre eles, ela desprezava a todos como se nada fossem. Então, como castigo, Zeus a fez casar-se com Hefesto (considerado o deus mais feio do Olimpo) Mas não foi por isso que ela não o traiu e teve diversos filhos como: Príapo, Hermafrodito, Eros, Eneias, Fobos, Deimos e Harmonia. Seus amantes variavam entre mortais e imortais. Dentre os mortais com quem teve filhos, estava Anquises e, dentre os deuses, estavam Hermes, Ares e Dioniso.

 

6.     CARACTERISTICAS FÍSICAS: deusa de características “asiáticas”, parecida com Isthar, da Mesopotâmia, ou Asthar (sírio-palestina), e com características perfeitas, como sua beleza, desde que nasceu.

 

7.     CARACTERISTICAS MAIS MARCANTES: as mulheres da Grécia consideravam-se suas rivais, marionetes, adoradoras e até mesmo escrevas da deusa. E esta não admitia que nenhuma mulher fosse mais bela do que ela própria.

8.     OUTROS DADOS IMPORTANTES: Afrodite era considerada rainha do céu e do mar. Alguns animais a adoravam, como o cisne, pássaro, o bode macho, o ganso, a pomba, golfinho.

 

TRABALHO FEITO PELOS ALUNOS DO 7º B:

Giuliana Marcelo Neves

Rodrigo Assunção Santos

Sofia Toledo Moraes D’Avola

 

 

Apolo

 

 

 

a)      Arquivo de Fotografias - apollo,   antiga, 
  grego,   deus, 
  música,   poesia, 
  tiro com. fotosearch 
- busca de fotos, 
imagens e clipartNome romano: Febo.

 

b)      Atributos: deus do Sol e da luz benéfica. É o deus radiante, da juventude, da caça, da profecia, da harmonia, da música e da inspiração em geral. Possuía bela voz e tocava muito bem a lira. Comanda as Musas e é o protetor das artes, dos rebanhos e dos navegantes, é grande curador e médico. Fundou o oráculo de Delfos. Também tinha sua parte negra, concebido em alguns mitos como divindade maligna.

 

c)      Objetos ou seres associados: coroa de louros (dada aos campeões de torneios), lira, arco e dardos, carro puxado por cisnes, grifo, o Sol e a ilha de Delos. Seu número era o sete.

 

d)      Origem/ Filiação/ Pais: filho de Zeus com a titã Leto, era irmão gêmeo de Ártemis.

 

e)      Família/Casamentos/filhos: ele teve vários casos. Com Corónis que o traía, teve um filho mortal chamado Esculápio. Com uma ninfa chamada Calíope, teve um filho, Orfeu. Teve, também, um caso com Cassandra, princesa de Troia.

 

f)        Aparência física: deus muito belo, de elevada estatura, longos cabelos cacheados, irradiando brilho intenso e de porte atlético.

 

g)      Características mais marcantes: Apolo representou o ideal grego da jovem beleza masculina. Era o deus da juventude, da força e da transição para a idade adulta. Os seus atributos eram relativos à sua luminosidade e integrava o modelo do homem grego. É capaz de equilibrar heroísmo, beleza e sabedoria. Tinha muita habilidade com as artes (música, poesia...). 

 

h)      Outros dados importantes: Apolo, ainda criança, combateu Titio (um gigante), matando-o. Muito habilidoso com o arco e suas flechas, podia causar doenças e morte súbita aos homens. Fundou o Oráculo de Delfos. Ele tinha muitos amores, mas não tinha sorte no amor por causa de uma vingança do deus Eros (Cupido).

 

Trabalho elaborado pelos alunos do 7ºB:

Gabriela Lázaro Vasconcellos

Henrique Pinto Corrêa Neto

Luísa Helena dos Santos Yoshida

Fontes:

http://www.fotosearch.com.br (Acesso em : 17/03/09)

http://www.consciencia.net/filosofia/apolo.html

http://www.dec.ufcg.edu.br/biografias/MGApolo0.html

 

 

 

Ares

 

a)     NOME ROMANO: Marte.

untitled

b)      ATRIBUTOS: como Ares, na Grécia, era deus da guerra, da violência e sanguinário. Guerreava por simples prazer, festejava o derramamento de sangue e não se importava com quem perdesse ou ganhasse. Como Marte, em Roma, era um deus guerreiro que era considerado justo, que ficava do lado da razão e era inteligente.

 

c)      OBJETOS OU SERES ASSOCIADOS: Ares era representado com couraça, capacete, lança, espada e escudo. Ele lutava a pé ou em um carro puxado por cavalos e, às vezes, tinha a companhia de Afrodite (deusa do amor), Demos (o medo), Fobos (o terror) e Éris (a discórdia, considerada como sua irmã ou filha). Na Grécia, era símbolo da guerra e de seus males, de sofrimentos e tristezas e era simbolizado pelo abutre.

 

d)      ORIGEM/ FILIAÇÃO: filho de Zeus e de Hera. Ares era detestado pelos outros deuses. O próprio Zeus o odiava por representar o mal, e era uma das doze divindades do Olimpo.

 

e)      FAMÍLIA/CASAMENTO/FILHOS: com Afrodite, deu origem a Harmonia, Eros, Deimos e Fobos. Com sua amante Dótis, deu origem a Flégias. Com sua outra amante Pirene, deu origem a Cicno, Diomedes, Trácia e Licáon. E com Aglauro, teve Alcípe.

 

f)      APARÊNCIA FÍSICA: forte, alto, musculoso, bonito, às vezes barbudo, outras vezes imberbe (sem barba), era representado nu com armaduras, objetos e capacete.

 

g)     CARACTERÍSTICAS MAIS MARCANTES: Ares, como deus da guerra, não era muito apreciado pelos gregos, que davam importância aos valores da sabedoria e do espírito. Acreditava - se que lá sua adoração tenha surgido na Trácia, pois, nos outros lugares da Grécia, não tinha importância social ou moral. Apesar disso, impunha respeito e temor nos gregos. Era mais cultuado na mitologia romana com o nome de Marte que, antes de ser associado ao deus da guerra, era o deus da agricultura. O deus romano é diferente do grego, principalmente pelo fato de ser um deus calmo, inteligente e por defender sempre a causa romana.

 

h)      OUTROS DADOS IMPORTANTES: Ares foi desprezado pelos seus pais e ridicularizado por muitos. Ele lutava não para defender uma causa e, sim, para ver sangue, ver guerra. Apesar de ser um deus da guerra, muitas vezes era derrotado por imortais, heróis e até por simples mortais.                                                      

 

Trabalho elaborado pelos alunos do 7º B:

Micaela Gaspareti Zanella

Raphael Gouvêa Jardim Domenici

Vivian Calife

 

Fonte: http://religion.mrugala.net/Grece/Images/Ares 

 

Ártemis

 

 

 

a)                                                                                                                                                                                                                                                                      Artemis%200006%20wwwNome romano: Diana.

 

b)                                                                                                                                                                                                                                                                     Atributos: deusa da caça, do parto, da natureza e da colheita e da virgem Lua. Poderosa caçadora, protetora das cidades, das mulheres e dos animais.

 

c)                                                                                                                                                                                                                                                                      Objetos ou seres associados: equipada com um arco de prata e com setas ao ombro, quando caçava, ficava acompanhada de seus cães ou leões, usando um raio pálido.

 

d)                                                                                                                                                                                                                                                                     Origem/filiação: filha de Zeus e Leto, e irmã gêmea de Apolo.

e)     Família/casamento/filhos: Ártemis não era casada. Ela era virgem e, portanto, não possuía filhos. Ela pediu ao seu pai Zeus para permanecer virgem e intocada. Isso quer dizer que a natureza deve assim ser honrada.

 

f)                        Aparência física: Ártemis era a mais luminosa encarnação da pureza feminina. Alta, forte, de cabelos cacheados, e gostava de caminhar sobre a luz do luar.

 

g)                        Características mais marcantes: era representada sempre caçando, mostrando caminho para viajantes perdidos ou protegendo alguma mulher de qualquer perigo. Era uma deusa cheia de contradições. Embora protegesse as mulheres em trabalho de parto, suas flechas velozes e mortais também lhes traziam morte súbita. Ela era tanto uma divindade de cura quanto responsável por doenças como a gota, a raiva, a lepra e a malária. Era como a natureza: serena, maternal, mas, às vezes, selvagem e cruel.

 

h) Outros dados importantes: algumas pessoas viram a deusa como uma ursa, quando é chamada de Árkitos. Quando a lua se esconde atrás das nuvens, ela se tornava ameaçadora e incutia medo nos homens, sendo chamada de Hécate. Ártemis impediu os gregos de navegar até Tróia. É elogiada por dar às mulheres jovens que morriam nos partos uma morte rápida e sem dor. Vagava de dia pelos bosques ‘a caça de feras; a noite, com seu raio pálido, mostrava o caminho aos viajantes. Ela era a deusa mais popular da Grécia. Habitava as florestas, bosques e campinas verdejantes, onde dançava e cantava com as ninfas que a acompanhavam. Ártemis era a protetora das mulheres de todas as idades, e mãe de todos os animais.

 

Trabalho elaborado pelos alunos do 7º B:

Filippo Samões Chiancone

Isabella da Costa Sampaio

Lívia Zanfelici Fanucchi

www.sossailormoon.com.br (acesso em: 24/03/09)

www.rosanevolparro.trd.br (acesso em: 24/03/09)

SALIS, Viktor. Mitologia viva. São Paulo: Nova Alexandria, 2000.

                                                                                                                                                          

 

 

ATENA

 

 

A)   Atenea0Nome Romano: Minerva.

 

B)    Atributos: deusa da sabedoria e do trabalho manual. Como deusa da sabedoria, ajudou muitos heróis gregos a vencerem as guerras, por meio do desenvolvimento de táticas, estratégias, disciplina e defesa. E, como deusa do trabalho manual, inventou o torno e a tecelagem.

 

C)    Objetos e seres associados: frequentemente é associada a um escudo de guerra, à coruja da sabedoria e à oliveira.

 

D)   Origem/filiação: Atena é filha de Zeus. Este, com medo de que sua primeira esposa, Métis (antiga deusa da prudência), desse à luz uma criança que poderia se transformar numa futura rival, resolveu engolir a esposa grávida, porém isso não impediu o seu nascimento, pois a criança acabou nascendo pela cabeça de Zeus. Depois que ele teve uma terrível dor de cabeça,  não suportou a dor e pediu a Hefesto (deus do fogo) que abrisse seu crânio, de onde saiu Atena. Ela já nasceu adulta e pronta para a batalha.

 

E)    Família/ casamento/filhos: Atena (ao que tudo indica) permaneceu virgem durante toda sua história, pois pediu aos deuses olímpicos para não se apaixonar, pois, se ela tivesse filhos, teria de abandonar as guerras e a justiça e viver uma vida doméstica.

 

F)    Aparência física: algumas vezes, era representada por uma mulher alada. Alta, de traços calmos, mais solene e majestosa que bela, Atena era a deusa de olhos verdes – azulados.

 

G)    Características mais marcantes: Atena se tornou a deusa mais poderosa, ensinou aos homens atividades como a caça, a pesca, o uso de arco e flecha, a costura (algo que ela fazia como ninguém) e a dança.

 

H)   Outros dados importantes: como havia saído da cabeça de Zeus, sua marca era a inteligência.  Um esplêndido templo, o Paternon, foi construído em sua honra, em Atenas, cidade que lhe era particularmente consagrada. Atena era a filha preferida de Zeus e dividia com ele o poder dos raios tempestades. E venceu vários deuses em suas guerras, dentre eles Ares (deus da guerra).

        

Trabalho elaborado pelos alunos do 7º B:

Fabrício Burattini Buso

Giovanni Ranieri

Julia da Cunha Mattos Sanchez

 

http://www.rosanevolpatto.trd.br/deusaatena.html (17/03/2009).

 

Deméter

 

http://www.sistema.templodeapolo.net/imagens/imagens_deuses/Demeter%200002%20www.templodeapolo.net.gif

a)     Nome romano: Ceres.

 

b)    Atributos (O que protege?): deusa da colheita, da terra cultivada, dos trigais, das estações do ano. Cuidava da germinação de sementes e do crescimento da vegetação. Considerada a mãe da Terra ou do grão; protetora da fertilidade, da arte de semear, colher e fabricar o pão.

 

c)     Objetos ou seres associados: a coroa de espigas de milho ou de frutos, a papoula, o véu negro (sobre a cabeça), a tocha, o narciso (flor); porco e sua filha Cora (Perséfone).

 

d)    Origem/filiação: filha dos titãs Cronos e Reia (1ª geração dos deuses). Foi engolida pelo pai, Cronos, ao nascer, junto com seus irmãos. Mas foram salvos por Zeus que envenenou seu pai com uma erva e o fez vomitar todos os filhos que havia devorado.

 

e)     Família/casamento/filhos: a deusa teve vários amantes. Com Zeus (Senhor do Olimpo), gerou Cora (Perséfone, que causa destruição); com Lasão, gerou Pluto (deus da abundância) e, com Poseidon, gerou Arion (cavalo mágico e veloz).

 

f)      Aparência física: a deusa é representada como uma mulher de cabelos longos, bonita, madura, séria e geralmente usa vestes longas e amplas.

g)     Características mais marcantes: é a responsável por germinar as sementes na terra, gerar alimentos tanto para os humanos como para os animais, ou seja, trazer vida à Terra. É reconhecida pela sua fertilidade, fecundidade, amor materno intenso, perseverança, multiplicação... Fez várias e longas viagens com Dioniso, ensinando os homens a cuidarem da terra e das plantações.

 

h)     Outros dados importantes: sua filha Cora (Perséfone) está ligada à formação das quatro estações do ano. A deusa negou seus dons quando Zeus permitiu que Hades levasse sua filha para o inferno. Fica com sua filha por nove meses a cada ano.

                                                                                                                                                                                                                           

Trabalho elaborado pelos alunos do 7ºano B:

Gabriel Sousa Alvarez

     Marco Mendes Convertino

                                                                                           Vitória Leite Mesquita Vieira

 

Fonte: www.girafamania.com.br-www.suapesquisa.com-www.graudez.com.br             

 

 

 

 

 

Dioniso

a)      Nome romano: Baco.

 

b)      Atributos: o deus do vinho, da festa, do lazer, do prazer, das árvores frutíferas e, mais largamente, da vegetação, do delírio místico, da transformação e dos camponeses.

 

c)       OBJETOS OU SERES ASSOCIADOS: um cacho de uva, vinho e uma taça.

 

d)      ORIGEM/ FILIAÇÃO: filho de Zeus e da princesa Sêmele, foi o único deus filho de uma mortal.

 

e)      FAMÍLIA/ CASAMENTO/ FILHOS: casado com Ariadne, mas não teve filhos.

f)        APARÊNCIA FÍSICA: barbudo, feições suaves, belas, a forma quase feminina, com feições juvenis, representado nu, às vezes coberto de  uma pele de cervo.

 

g)      CARACTERÍSTICAS MAIS MARCANTES: descobriu o vinho, passou parte de sua gestação na coxa de seu pai. Quando completou o tempo, Zeus o entregou, em segredo, a Ino que passou a cuidar da criança com ajuda das draídes, das horas e das ninfas.

 

h)      DADOS MAIS IMPORTANTES: depois de adulto, a raiva de Hera tornou Dioniso louco, e ele ficou vagando por várias partes da Terra. Quando passou pela Frígia, a deusa Cibele o curou e o instruiu em seus ritos religiosos. Curado, ele atravessa a Ásia, ensinando a cultura da uva. Ele foi o primeiro a plantar e a cultivar as parreiras, assim o povo passou a cultuá-lo como o deus do vinho.

 

i)        IMAGEM:

Ver a imagem em tamanho original

Trabalho elaborado pelos alunos do 7º ano B:

Jairo Pascoal Neto

Karina Yuri Ono

     http://www.apocatastasis.com (acesso: 17 março de 2009)

 

 

 

 

Hades

 

a)      Nome romano: Plutão.

Clip Art - hades,  mito, 
 deus,  grego, 
 mitologia,  mítico, 
 mitologia. fotosearch 
- busca de ilustrações 
clipeart e desenhos

b)      Atributos: deus do reino subterrâneo, do subsolo, das trevas e das riquezas, pois dominava as profundezas da terra, de onde mandava prosperidade e fertilidade; era considerado um deus benéfico.

 

c)      Objetos associados: carruagem com cavalos negros, um capacete que tornava qualquer um invisível, elmo, um carro de ouro, um manto vermelho e/ou preto, uma cornucópia da abundância nas mãos (um chifre grande), uma coroa de ébano (pequena coroa) e sempre estava com seu cão Cérbero.

 

d)      Origem/filiação: filho de Crono e Reia, era da segunda geração de deuses.

 

e)      Família/casamento/filhos: esposo de Perséfone, a qual ele raptou para ser sua amada. Sua esposa, quando na Terra, era conhecida como Cora, filha de Zeus e de Deméter. Os irmãos de Hades são Héstia, Hera, Deméter, Poseidon e Zeus.

 

f)       Aparência física: parecido com um humano, era forte, tinha aparência madura, corpo atlético, com barba e cabelos pretos e longos.

 

g)      Características mais marcantes: sombrio e sinistro, sereno e frio morava no mundo subterrâneo e raramente vinha à superfície. Os outros deuses moravam no Monte Olimpo.

 

h)      Outros dados importantes: Hades era um deus da pós-morte, já que não tinha nada a ver com a prática da morte. Era conhecido como hospitaleiro, já que sempre havia um espaço para mais uma alma em seu reino.

 

 

                                                                                              Trabalho elaborado pelos alunos do 7º B:

Arthur Paku Ottolini Balbani

Sofia Klock França

Yasmin Leone de Almeida Pecchiai Saldanha

 

 

 

 

 

 

HEFESTO

 

 

a)   NOME ROMANO: Vulcano.

 

b)   ATRIBUTOS: deus do fogo, da indústria, das erupções vulcânicas; protetor das atividades relacionadas à fundição de metais; representação da fúria dos vulcões e do poder de devastação do fogo.

 

c)    OBJETOS OU SERES ASSOCIADOS: ferramentas de ferreiro; vulcão.

 

d)   ORIGEM/FILIAÇÃO: filho de Zeus e Hera, que, assustada com sua aparência, o jogou fora do Olimpo.

 

e)   FAMÍLIA/CASAMENTO/FILHOS: casado com Afrodite, a qual o traía com Ares.

 

f)     APARÊNCIA FÍSICA: nasceu manco e feio e, por isso, foi atirado aos mares por Hera, sua mãe; é representado como um homem vigoroso e barbudo, com um capacete cônico.

 

g)   CARACTERÍSTICAS MAIS MARCANTES: trabalhava admiravelmente os metais e construiu inúmeros palácios de bronze, além das esplêndidas armaduras, elmos e espadas de deuses e heróis.  Artesão dos raios de Zeus.  Para as deusas e mais belas mulheres, o ourives do Olimpo confeccionou as mais lindas e preciosas jóias: broches, tiaras, braceletes e colares.

 

h)   OUTROS DADOS IMPORTANTES: Já crescido, ele se vingou da mãe, enviando-lhe de presente um magnífico trono de ouro.  Quando Hera se sentou, correntes a prenderam habilmente, e ninguém conseguia quebrá-las.  Hefesto só se apiedou da mãe, muito tempo depois, convencido pelo deus Dioniso.  Os ciclopes eram seus companheiros de trabalho nas forjas que ficavam dentro do vulcão Etna, na Itália.

 

 

Texto elaborado para esta ficha por

Luiza Helena Medeiros Brogiolo Diehl.

 

 

 

HERA

 

 

 

☺ a) Nome romano: Juno.

hera

☺ b) Atributos: pelo fato de ser esposa de Zeus, Hera possui alguns atributos soberanos, que a distinguem das outras imortais, suas irmãs. Como seu divino esposo, exerce uma ação poderosa sobre os fenômenos celestes. Ela pode desencadear as tempestades e comandar os astros. A união de Zeus e Hera é um símbolo da natureza inteira. É por intermédio de ambos, do calor dos raios do sol e das chuvas que penetram o solo, que a terra é fecundada e se reveste da vegetação. Hera personifica certos atributos morais, como o poder, a justiça, a bondade. Protetora dos amores legítimos, é o símbolo da fertilidade. Hera é, antes de tudo, a deusa tutelar do casamento, a protetora das uniões castas, o laço da família.

 

c) Objetos ou seres associados: cetro e o diadema, o véu (associado à mulher casada) e o pavão (símbolo da primavera).

 

☺ d) Origem e filiação: filha dos titãs Cronos e Reia. Como todas as suas irmãs e irmãos, exceto Zeus, foi engolida por Cronos, sendo depois salva.

 

☺ e) Família, casamento e filhos: Zeus, querendo conquistar a orgulhosa Hera, que até então só tivera desdém por ele, assumiu a forma de um cuco e, após provocar violenta tempestade, foi refugiar-se trêmulo de frio, aos pés da deusa, a qual, apiedando-se do pobre pássaro, o pegou e ocultou no seio. O rei dos deuses reassumiu imediatamente a forma divina, e Hera, impressionada sem dúvida pela interessante maneira pela qual foi feita a declaração, consentiu em tornar-se a sua esposa. É em memória desse fato que Hera traz um cuco no alto do cetro. São seus filhos: Hebe, Ilítia e Hefesto. Com Zeus, teve Ares.

 

☺ f) Aparência física: de acordo com os mitos, Hera mostrava apenas os olhos para os mortais e apresentava-se sempre com uma coroa de ouro na cabeça. Ela marcava os locais que protegia com penas de pavão (seu pássaro favorito). Hera está sempre envolvida da cabeça aos pés pelas vestes; mas tem o pescoço e os braços nus.

 

☺ g) Características mais marcantes: sua ave predileta era o pavão, e eram-lhe também consagradas o lírio e a romã: o primeiro, além de símbolo da pureza, é também da fecundidade como a romã. Ela nunca esquecia uma ofensa e era conhecida por sua natureza vingativa. Possuía uma personalidade forte, marcada pela agressividade, orgulho e pelo ciúme. Esse comportamento fazia com que ela ficasse perseguindo as amantes de Zeus. Zangada com o príncipe Paris por preferir Afrodite, sua grande rival (Hera queria ser mais bonita do que a deusa do amor), Hera ajudou os gregos na Guerra de Troia e não sossegou até que esta fosse destruída. Hera possuía sete templos na Grécia, que, de acordo com a mitologia, foram destruídos pelo herói Heracles.

 

☺ h) Outros dados importantes: o relacionamento entre o casal jamais foi muito normal, e a cólera e vingança de Hera marcaram a relação. Participou de concurso de beleza e teve por rivais Atena e Afrodite, o juiz era o troiano Paris. Tentou, para vencer, suborná-lo, oferecendo-lhe riquezas e realeza universal. Como Páris não aceitou, este teve que suportar a ira da deusa.

 

Trabalho elaborado pelos alunos do 7º B:

Daniel Perassi Melo

Luiza Bou Reslan Calumby Zacarias

Vítor Eggers Cachioni Bohn

 

Fontes de pesquisa: PHILIP, Neil. O Livro Ilustrado dos Mitos. 2ª edição. São Paulo: Editora Marco Zero, 1996.

 

 

 

 

Hermes

 

 

a)      Nome romano: Mercúrio.

http://recantodasletras.uol.com.br/img.php?id=3807&nome_sis=43873.gif&maxw=400&maxh=533

b)      Atributos: mensageiro dos deuses; deus do vento, da velocidade, do comércio (responsável pela fortuna e a riqueza), da ciência, das invenções, dos sonhos dos mortais, dos ladrões, dos ginásios, da música, da luta; protetor dos rebanhos e do gado, das estradas e da navegação; e conduzia os mortos para o mundo subterrâneo. É um deus que agrega várias funções.

 

c)      Objetos ou seres associados: capacete ou elmo com abas largas e asas, sandálias aladas, flauta e lira. Esta última trocou com seu irmão, Apolo, pelo caduceu dourado, instrumento representado com duas serpentes entrelaçadas e coroado com asas.

 

d)      Origem/filiação: o único filho de Zeus com uma ninfa, chamada Maia. Nasceu de manhã, numa gruta do Monte Ciline, na Arcádia.

 

e)      Família/casamento/filhos: Hermes teve relações com muitas mulheres, entre elas as que mais se destacaram foram: Afrodite, com quem teve Hermafrodito, um indivíduo que, mais tarde, adquiriu características físicas e mentais dos dois sexos. Depois de ser descartado pela deusa, Hermes se casou com uma ninfa, das regiões montanhosas e selvagens, chamada Driopéia e gerou (fauno), ser brincalhão que ficava nas matas tocando sua flauta.

 

f)       Aparência física: Hermes é representado, na arte grega, como um homem barbudo e adulto; e na arte clássica, como um jovem bonito, vigoroso, de porte atlético, sem barba, com seus instrumentos alados e quase sempre nu ou usando uma túnica.

 

g)      Características mais marcantes: Hermes inventou, além da lira, a flauta, as letras e os algarismos. Fundou os rituais religiosos e iniciou a cultura da oliveira. E, mesmo não parecendo, tinha um lado obscuro, pois às vezes contava mentiras e falsas histórias.

 

h)      Outros dados importantes: no mesmo dia em que nasceu, roubou o tridente de Posseidon, as setas de Eros, o cinturão de Afrodite, a espada de Ares e cinquenta novilhas do rebanho de Apolo. Logo depois, com a casca de uma tartaruga, construiu a primeira lira e, com o som desse instrumento, serenou Apolo. Enfurecido pelo furto, esse deus acabou por deixar-lhe as novilhas e lhe deu o caduceu, símbolo da paz, em troca da lira. Também quando pequeno, do berço, ele saía por conta própria, efetuava grandes roubos e voltava como se nada tivesse acontecido. Não deixava uma única prova que pudesse ligá-lo ao crime. Esses atos de Hermes revelaram sua incrível habilidade e esperteza.

 

 

Trabalho elaborado pelas  alunas do 7º B:

Gabriela Vieira Shie

Giovanna Rogério Zonaro

Maria Fernanda Cardoso de Assis

 

Fontes:

CABRAL, Danilo Cezar. Senhores do Olimpo: quais são os deuses gregos. Mundo Estranho. São Paulo, Setembro, 2008. p. 41.

http://www.fernandodannemann.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=268790  (acesso dia 24/03/2009)

 

 

 

 

 

Poseidon