Proposta Pedagógica
Com duração de quatro anos, o Ensino Fundamental ll tem como objetivos possibilitar ao aluno:
  • entender o conhecimento como valor historicamente construído e permanentemente transformado;
  • expressar-se oralmente com clareza, organização e coerência;
  • retomar conhecimentos já elaborados, acionando as diversas memórias, a fim de selecionar informações para aplicação em diferentes situações;
  • possibilitar a interação entre conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais – dando-lhes significação e atualidade;
  • desenvolver habilidades e competências quanto à oralidade,  leitura, escrita e cálculo;
  • usar diferentes linguagens como meio para expressar-se e usufruir as produções culturais, atendendo às diferentes intenções e situações de comunicação;
  • ampliar as capacidades de reflexão, organização de ideias, formulação de hipóteses e estabelecimento de relações, permitindo que esses conhecimentos incentivem ações transformadoras da realidade social e ambiental do mundo contemporâneo;
  • ler criticamente a realidade de seu tempo, compreendendo o ambiente natural e social, o sistema político, a tecnologia, as artes e os valores em que se fundamenta a sociedade, para que possa agir/interagir como sujeito de mudança, assumindo seu papel de cidadão;
  • construir e fortalecer as relações de solidariedade e partilha, como agente transformador de seu meio;
  • vivenciar valores universais, como justiça, verdade, solidariedade, responsabilidade social e política, cidadania, fraternidade, compromisso com o desenvolvimento pessoal e  coletivo.
Sistema de Avaliação

         É o processo de acompanhamento da aprendizagem, uma espécie de mapeamento que vai identificando as conquistas e os problemas dos alunos durante o seu desenvolvimento. Por isso, a avaliação é contínua e diagnóstica.
         A aprendizagem é de natureza processual: quem está aprendendo vai elaborando as informações que obtém, para que elas se tornem conhecimentos efetivos. A avaliação deve adequar-se a essa natureza da aprendizagem, levando em conta o resultado e o que ocorreu durante todo o processo.
         Assim, considerando o resultado e o processo, o professor pode não só estabelecer interpretações adequadas sobre o desempenho do aluno, mas também rever o quê e o como inicialmente propostos. É mediante essa avaliação que o professor obtém informações básicas sobre quantos e quais alunos estão progredindo ou não, onde estão as dificuldades e de que natureza são. É nesse processo que o erro passa a ter uma dimensão pedagógica. Também é aqui que o professor faz uma avaliação do seu próprio trabalho em sala de aula e uma reprogramação quanto ao conteúdo e à metodologia adotados.

         Educação Infantil – A avaliação é feita mediante observações contínuas sobre o desempenho cognitivo, afetivo e social do aluno e é expressa em relatórios trimestrais.
         Ensino Fundamental e Médio – A avaliação é realizada por meio de diferentes instrumentos: observação contínua, pesquisas, relatórios, fichamentos, seminários, auto-avaliações, provas e outros, específicos de cada disciplina.
         A síntese, tanto do processo, quanto do produto, indicada pelo total de pontos de cada trimestre, compõe-se de duas partes: 60% oriundos das Provas Trimestrais (P) e 40%, do Processo Pedagógico (PP). A avaliação abrange os conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais do trimestre em curso e dos trimestres anteriores, totalizando 100 pontos anuais, distribuídos, cumulativamente, ao longo dos três trimestres:

1º Trimstre: 30 pontos (12 PP e 18 P)
2º Trimestre: 30 pontos (12 PP e 18 P)
3º Trimestre: 40 pontos (16 PP e 24 P)

         O Resultado Anual de cada Componente Curricular é o somatório dos pontos obtidos nos três trimestres e constituirá parâmetro para definir a aprovação direta do aluno sem a Prova Anual.
         Terá aprovação direta o aluno com frequência igual ou superior a 75% e aproveitamento mínimo de 70 pontos dos 100 anuais.
         Realizará a Prova Anual o aluno que obtiver o Resultado Anual inferior a 70 pontos.
         A Prova Anual terá o valor de 100 pontos. Será realizada após o término do ano letivo em curso.
         Será considerado aprovado, após a Prova Anual, o aluno:
-  com Resultado Anual igual ou superior a 50 pontos e inferior a 70 pontos, que obtiver, no mínimo, 50 pontos na Prova Anual;
-  com Resultado Anual inferior a 50 pontos e que obtiver 50 pontos ou mais, resultantes da média do Resultado Anual e da Prova Anual.

         Será considerado retido
o aluno que, mesmo após as Recuperações Simultâneas e Paralelas e a Prova Anual, obtiver Resultado Anual inferior a 50 pontos, em mais de três disciplinas.
         Nos dois primeiros anos do Ensino Fundamental, o aluno será avaliado por meio de observações contínuas, expressas por relatórios trimestrais, em relação aos conteúdos Língua Portuguesa, Introdução à Língua Estrangeira, Artes, Música, Educação Física, Ensino Religioso, Matemática, Ciências Naturais e Sociais.
         Do terceiro ao quinto ano, a promoção do aluno será resultante de avaliação do aproveitamento, considerando-se os seguintes Componentes Curriculares:

  1. 3º ano - Língua Portuguesa e Matemática;

  2. 4º e 5º anos - Língua Portuguesa, Matemática, História/Geografia, Ciências e Programa de Saúde.

         O Exame Final é destinado ao aluno do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio que não atingiu o mínimo de 50 pontos após a Prova Anual em até três disciplinas. Será realizado no início do ano letivo subsequente e terá o valor de 100 pontos, considerando-se aprovado o aluno que obtiver 50 pontos ou mais no Exame Final, e média, entre o Resultado Anual e o Exame Final, igual ou superior a 50 pontos.

                   Recuperação

    As formas de recuperação oferecidas pelo Colégio Santa Clara são a Simultânea, a Paralela e a Revisão Anual de Conteúdos.

         Simultânea – Ocorre no próprio processo de aprendizagem, quando forem detectadas dificuldades.

         Paralela – É destinada aos alunos do Ensino Fundamental e Médio, tendo por finalidade oferecer uma nova oportunidade de aprendizagem. Essa Recuperação se realiza no 1º e 2º trimestres. É obrigatória para todos os alunos que não atingiram o mínimo de 70% da soma dos pontos definidos para PP e P em cada trimestre. Esses estudos serão feitos em período e horários específicos:

  1. Ensino Fundamental I (2º ao 5º ano)

         Período da manhã: das 12h às 13h
         Período da tarde: das 17h35min às 18h35min

  1. Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) e Ensino Médio a partir das 13h50min

         Revisão Anual de Conteúdos – Ocorre, no final do 3º trimestre, no período que antecede a Prova Anual, para que o aluno retome, junto ao professor, conteúdos significativos para o bom desempenho na série subsequente.
Os dias para esse trabalho de Recuperação estão indicados no Calendário Escolar.

Processo de Avaliação:

         Planejamento e Acompanhamento do Trabalho Pedagógico

          Embasado nos princípios filosóficos e pedagógicos já explicitados, o Planejamento direciona nossa ação escolar para a construção das relações sociais humanizantes e para o desenvolvimento do pensamento crítico do aluno.
         Constitui-se um instrumento pedagógico norteador e dinamizador do processo educativo, mediante o movimento contínuo de reflexão, tomada de decisão e ação.
         A organização do trabalho escolar garante que os educadores vivam esse movimento de planejar e replanejar a sua prática. Há, no calendário escolar, períodos estabelecidos para tal:

  1. antecedendo o ano letivo, temos a Semana Pedagógica, quando os educadores se reúnem para planejar o seu trabalho anual a partir da avaliação do ano anterior. Resultam desse período os Planos Anuais de Ensino, por série e/ou Disciplina;

  2. trimestralmente, os educadores, em grupo, avaliam o período em curso e replanejam o seguinte. O produto gerado nesse trabalho é a “Previsão Trimestral”, que orienta os alunos e pais sobre as principais decisões desse momento;

  3. mensalmente, em reuniões gerais ou por nível, realizam-se estudos e/ou cursos relacionados à análise de nossa prática pedagógica;

  4. semanalmente, os professores regentes reúnem-se com suas respectivas orientadoras para analisar os avanços e as necessidades do trabalho cotidiano;

  5. semanalmente, também, reúne-se a Equipe Técnica da Escola (Diretora e Orientadoras) para avaliação e planejamento da ação educativa;

  6. em vários momentos do ano, são desenvolvidos cursos, oficinas e palestras, coordenados por profissionais de diferentes áreas, para aprofundar temas considerados importantes e necessários para a ação dos educadores.

         Todos esses momentos, destinados ao planejamento e acompanhamento do trabalho escolar, têm por finalidade favorecer:

  1. a integração vertical e horizontal da Proposta Curricular;

  2. atualização e contextualização da prática pedagógica da Escola;

  3. articulação e flexibilidade no processo de ensino-aprendizagem.

         O Colégio estimula o acompanhamento da vida escolar dos alunos por parte de seus familiares, oferecendo momentos de encontro entre pais e educadores, por meio de entrevistas com os Professores das diferentes séries, Orientadoras e Diretora Pedagógica. Além disso, as famílias podem comunicar-se com a Escola via site.
         O nosso avanço pedagógico é, também, garantido pelo empenho dos professores, que buscam crescimento profissional por meio de cursos de atualização, de especialização e pós-graduação.


Matriz Curricular

Em termos qualitativos e quantitativos, nossa matriz curricular amplia as exigências legais quanto à carga horária e às disciplinas, de acordo com a nossa preocupação na formação de sujeitos ativos, questionadores, sensíveis e transformadores da realidade de seu tempo. Nesse sentido, a grade curricular apresenta uma flexibilidade e uma abrangência que traduzem nossa intenção de instrumentalizar os educandos a acompanhar as constantes exigências do mundo contemporâneo. Para enriquecimento das propostas educativas planejadas no Currículo, são desenvolvidas atividades na horta, na cozinha dos alunos, no parque, nas quadras, no auditório, na oficina de Artes, nos laboratórios de Ciências e de Informática, na biblioteca, utilizando-se do acervo convencional ou da Internet.

As atividades fora do ambiente escolar são desenvolvidas, sistematicamente, pelos alunos, por meio de saídas educacionais, estudos do meio...
Assim, buscamos uma formação integral do aluno, para que ele consiga fazer uma leitura adequada do mundo e possa, de modo positivo, transformá-lo.

Comunicados


Atividades Pedagógicas

Projetos das Feiras Culturais - EI



Projetos das Feiras Culturais - F ll

Feira Cultural 2019

Livro com textos produzidos pelos alunos do 6º ano, a partir das vivências no Estudo do meio de Itu e região.
Redação, digitação, edição e diagramação: alunos e professoras do 6º ano 2019

Feira Cultural 2019

Revista produzida pelos alunos do 7º ano, a partir das vivências do Estudo do meio de Ubatuba e Paraty.
Redação, digitação, edição e diagramação: alunos e professoras do 7º ano 2019

NARRATIVAS DIGITAIS

As narrativas digitais são resultado de um trabalho desenvolvido nas aulas de Português (Diego) e Informática (Ana Claudia). Tratam de contos psicológicos em que o fato principal está relacionado às lembranças, sentimentos e emoções vividas pelos autores, os alunos, durante o Estudo do Meio em São Sebastião e Ubatuba (maio/2017). Ilustração: aquarelas feitas nas aulas de Artes (Prof. Melina).
Feira Cultural 2017

PODCASTS

O áudio conto é resultado de produção textual e uso de tecnologias interativas. Todo trabalho é autônomo e criação dos alunos. É o Santa Clara aliando novas tecnologias à educação! Divirta-se!
Feira Cultural 2016

Curtas produzidos pelos alunos, do 6º ano, para a Feira Cultural de 2016

Roteiro, produção, edição e narração a partir do Estudo do meio de Itu e região

 

Feira Cultural 2016

Curtas produzidos pelos alunos, do 7º ano, para a Feira Cultural de 2016

Roteiro, produção, edição e narração a partir do Estudo do meio de Ubatuba e Paraty

 

 

Projetos de anos anteriores

Tema Descrição Disciplina(s) Ano/Tur Professor(es) Ano
2015
Aprendizagem além dos muros: Um estudo do meio - por grupos Diversas 7os anos Diversos 2015
Diários 7º A - 7º B - 7º C - 7º D Diários de Viagem das turmas Diversas 7os anos Todos 2015
Ubatuba e Paraty - criação dos alunos Diversas 7os anos Todos 2015
 
2014
Trânsito Consciente Pesquisa: comunidade escolar Diversas 6os anos Diversos 2014
Diário de Viagem dos alunos Visita a Ubatuba e Paraty Diversas 7os anos Diversos 2014
 
2011
Jubileu de Ouro do Santa Clara Trabalhos dos alunos do 7º ano Interdisciplinar A,B,C e D Diversos 2011

 
 
 
 
           
Projetos: Representantes de Classe
  • Vídeo 1 - Ação pela Paz e mais Amor nas relações
  • Vídeo 2 - Pela Cultura de Paz - pela não violência
  • Lista de Material e Livros